segunda-feira, 13 de junho de 2011

Review 3×03 - The Lion Sleeps Tonight


Como é bom acompanhar uma série tão bem escrita e produzida nesse mundo cheio de programas de nível questionável. Com um dos melhores episódios de toda série até agora e um humor negro super afiado, fica cada vez mais fácil eu coroar Dexter a melhor série da atualidade.

O grande motivo que o roteiro de Dexter me impressiona é a forma como eles conseguem balancear inúmeras subtramas sem nunca deixar o telespectador confuso ou perdido. Dexter faz a gente pensar, se preocupar, formular teorias sobre os próximos passos dos personagens e ainda sobra tempo para as risadas.

Os amantes do sarcasmo e do humor negro sempre se esbaldam com Dexter, mas essa semana em especial eu dei muitas risadas com a narração onisciente de Dexter. Acredito que não exista outra série que tenha o domínio completo da narração voice over como Dexter, e acompanhar seus pensamentos no supermercado e principalmente na aula de yoga foi sensacional e divertido. Às vezes até sem falar nada Dexter nos faz rir, como na cena em que ele pega leite na geladeira da sua ultima vítima. Nota 10 em logística.

Aliás, foi essa ultima vítima que ajudou Dexter a finalmente tomar uma decisão quanto ao seu futuro papel como pai. Ele vai proteger suas “crias” a qualquer custo, mesmo que para isso ele tenha que quebrar o código de Harry, o código de Dexter e tudo mais. Estou começando a ficar um pouco preocupado com toda essa espontaneidade com as mortes. Não sei dizer se Dexter está perdendo o controle ou simplesmente está muito confiante de que possui o status de “rei da floresta” e todos os outros predadores não passam de meros chacais.

Miguel Prado é um personagem muito misterioso. No começo ele me pareceu um promotor empenhando em fazer justiça e representar as minorias, mas o descaso com o suposto inocente do caso Chickie Hynes e a forma como ele insiste na sinergia com Dexter, me faz acreditar que ainda não presenciamos a verdadeira natureza de Miguel. Quem me garante que aquela camisa realmente possui o sangue de Freebo? Se for o caso, Dexter possui um belo Às em sua manga.

Deb e Anton estão cada vez mais próximos mesmo ela tendo prendido ele e ele tendo feito aquela bela canção intitulado “Puta Flaca”. Achei legal Deb ter levado tudo na brincadeira, mas é impossível alguém que mora em Miami não saber o significado de “puta”. Ainda acho que no final Anton vai ser responsável pela informação que a corregedoria tanto quer sobre Quinn e isso vai render a promoção de Deb.


Pensamentos finais:

- Cada temporada os apelidos dos serias killers ficam melhor. Ice Truck Killer, Bay Harbor Butcher e agora The Skinner.

- Embora o roteiro esteja deixando The Skinner um problema mais secundário, eu estou com boas expectativas sobre a identidade desse novo serial killer que gosta de remover pedaços de pele de suas vítimas.

- Deb é a rainha dos palavrões, mas acho que a forma como ela se referiu ao filho do Dexter quando ele contou a noticia da gravidez de Rita deve ganhar o prêmio da seqüência de palavrões que fez a face do diabo corar. Tem gente que não gosta, mas eu choro de rir com a boca suja de Deb.

- O sonho de Dexter com Harry sobre a explicação de como funciona a mente de um assassino foi excelente.

Como de costume Dexter não decepcionou e ainda consegue a constante proeza de melhorar a cada semana.

Por: @MichelArouca - SerieManiacos

0 comentários:

Postar um comentário

CARREGANDO NOVO FORMULÁRIO DE COMENTÁRIOS. AGUARDE.... SE VOCÊ ESTIVER LENDO ISSO E A PÁGINA FOI TOTALMENTE CARREGADA, NÃO USE ESTE FORMULÁRIO PARA COMENTAR. APERTE F5 E AGUARDE O NOVO FORMULÁRIO CARREGAR

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial