quinta-feira, 28 de abril de 2011

Review 5x04 - Beauty and the Beast


Hello, fãs de Dexter! Depois de um final tumultuadíssimo no episódio anterior (5x03) tudo o que esperávamos era a descoberta da então identidade da mulher que “viu Dexter”, que viu o que ninguém vê, seu Dark Passenger, seu lado mais verdadeiro e explosivo, seu lado totalmente Dexter.

De fato, era tudo o que realmente queríamos deste episódio, mas que sentido teria afinal, revelar assim a identidade de uma personagem que ao decorrer do episódio, percebemos a importância, e vemos que não estava só de passagem?

Então vamos ao episódio...

No começo do episódio, já notamos a presença do pai de Dexter, o que isso nos mostra? Ao meu ver, nos mostra o quanto Dexter se encontra confuso e decidido ao mesmo tempo naquele momento, o quanto a situação de ter sido pego em flagrante o deixou assustado e excitado ao mesmo tempo. Harry traz a tona o lado racional de Dexter, o lado que não o deixa se perder de seu código e o repreende quando seu outro lado, o faz. Isso é claramente mostrado quando Harry faz a seguinte pergunta:

Harry: “Qual a primeira regra do código?”
Dexter: “Não mate um inocente”
Harry: “NÃO SEJA PEGO”

Essa pequena fala nos mostra o quanto Dexter esta confuso e ao mesmo excitado com a situação toda, e sua consciência (Harry) se perguntando o que ele fará com a desconhecida, qual a decisão certa a tomar? E se ela fosse a polícia? E se ela contasse a todos o que Dexter realmente é?

Depois de toda essa indagação e confusão na mente de Dexter, ela acorda e se depara com o homem que a “salvou”, mas o fez matando outro homem. Seu desespero se espalha em seus olhos e a fuga é a única coisa que faz sentido em sua mente, mas quem poderia fugir de Dexter? Nada que uma boa injeção de tranqüilizante não resolva esse problema temporariamente, enquanto ele possa resolver o que fazer com ela.

Saindo do ambiente Dexter x desconhecida, temos que nos lembrar que existe vida lá fora! E durante todo esse tempo dedicado ao seu querido amigo Dark Passenger, a babá, que não esta nada feliz com Dexter, passou a noite toda cuidando de Harrison, enquanto Debra passou a noite em uma cena de crime.

Durante o episódio, não se viu muito avanço no "caso dos corpos decapitados”, mas deu pra notar o quanto Debra ficou atordoada com certas situações. Ao meu ver, quase roubou o papel de Dexter como protagonista na cena de perseguição dos bandidos do caso de Santa Muerte quando os deixou ir para poupar a vida de um inocente (cena do facão no pescoço). Os sentimentos de Debra vieram a tona nessa cena, que vale a pena rever.E seu caso com Quinn? Só sexo?

Falando em Quinn, esse não desiste de incriminar Dexter como Kyle Butler, e então segue o filho de Trinity para mostrar uma foto de Dexter para comprovar que era realmente ele. Mas como ninguém quer que Dexter seja descoberto, pelo menos não agora, Quinn acaba sendo preso e La Guerta lhe dá o sermão merecido!


O foco do episódio, realmente fica entre Lumen e Dexter. Mas será que a Bela, como o próprio título diz, não é também a fera? Acho que é o que veremos nos próximos episódios. Suas revelações a respeito dos abusos que sofreu, o desabafo dizendo que não foram apenas de Boyd, é apenas o início de uma aproximação que se tornará ainda maior com Dexter.

Mas isso, veremos nos próximos episódios!
Até lá!

Por: @tolardoaline

0 comentários:

Postar um comentário

CARREGANDO NOVO FORMULÁRIO DE COMENTÁRIOS. AGUARDE.... SE VOCÊ ESTIVER LENDO ISSO E A PÁGINA FOI TOTALMENTE CARREGADA, NÃO USE ESTE FORMULÁRIO PARA COMENTAR. APERTE F5 E AGUARDE O NOVO FORMULÁRIO CARREGAR