sábado, 16 de abril de 2011

Assassino em série tipo Dexter tirando vidas em Long Island

Um dexter da vida real pode estar assassinando prostitutas em Long Island, New York. Até agora, 8 corpos foram descobertos pela polícia, e as autoridades estão suspeitando que o assassino em série pode ter laços com a polícia, como acontece na série da Showtime.

A série acompanha o personagem título (interpretado por Michael C. Hall), um perito analista de sangue que trabalha para o departamento de polícia da Flórida. Produto de uma horrível tragédia envolvendo a morte de sua mãe quando ele era criança, Dexter aprende a descontar sua sede de sangue apenas naqueles que "merecem", mais conhecidos como assassinos de inocentes.

Recentemente, investigadores em Suffolk County, NY descobriram restos de 8 pessoas, metade das quais foram identificadas como prostitutas. As autoridades acham que o assassino pode trabalhar na polícia, talvez um policial, pois parece entender de técnicas de investigação policial - tais como fazer ligações para a família das vítimas de áreas muito populosas.

Os detetives acham que o assassino escolheu o Madison Square Guarden e a Times Square, por exemplo, porque ele foi capaz de se mistura na multidão enquanto ligava; mesmo se os investigadores localizassem um sinal, eles não seriam capaz de determinar quem seria através das câmeras de segurança por causa da quantidade de pessoas no local. O seu uso de celulares descartáveis e ficar no celular apenas 3 minutos também faz as autoridades acreditarem que o assassino tem informação de dentro sobre como não ser pego.

Tais ligações eram depreciativas sobre o trabalho das vítimas, fazendo as autoridades acreditar que elas foram um alvo por serem prostitutas, similar a como o protagonista da série escolhe suas vítimas baseado nos seus crimes.

O especialista em identificar criminosos, Pat Brown, está avisando aos funcionários da polícia para não acharem que foi algum deles, ou que pode ter sido algum policial aposentado, por exemplo; o assassino pode ser apenas um fã de uma série de tv como "CSI" e "Dexter", aprendendo suas técnicas de personagens fictícios em oposição à experiência da vida real.

Essa não é a primeira vez que um assassino admitiu inspiração dessa série em particular. Em dezembro de 2009, um garoto de 17 anos que estrangulou seu irmão de 10 até a morte, disse que a série o inspirou e que ele se identificava com o personagem quase herói. Em 2008, um fã assumido de Dexter, de 29 anos, matou um estranho de 39 anos copiando o modo de desmembração.
A causa de morte dos restos encontrados em Long Island ainda não foi definida.

Fonte: gather.com
Tradução: @jesss__

0 comentários:

Postar um comentário

CARREGANDO NOVO FORMULÁRIO DE COMENTÁRIOS. AGUARDE.... SE VOCÊ ESTIVER LENDO ISSO E A PÁGINA FOI TOTALMENTE CARREGADA, NÃO USE ESTE FORMULÁRIO PARA COMENTAR. APERTE F5 E AGUARDE O NOVO FORMULÁRIO CARREGAR