segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Review Dexter 1x11 - A Verdade Seja Dita


Geralmente eu divido a review em temas, a trama principal e as paralelas, mas chegamos ao penúltimo episódio da 1° temporada, e como é a cara do seriado, os relacionamentos vão se estreitando, as histórias vão se interligando e vai virando uma bola de neve para a season finale. Vamos começar então...

"Eu nunca me importei muito com o conceito de inferno, mas se ele existe eu estou nele. As mesmas imagens passando pela minha cabeça repetidamente. Eu estava lá, eu vi a morte da minha mãe. Uma memória enterrada, esquecida durante todos esses anos. Ele entrou em mim naquele dia, e está comigo desde então. Meu passageiro sombrio." Essa é a primeira vez que ele menciona o 'Passageiro Sombrio'. Dexter visita a cena do crime onde Batista foi esfaqueado, mas mal consegue se concentrar, ele está focado em sua vida, em seu passado que está vindo à tona. Depois da análise do sangue, a equipe vai ao hospital para acompanhar Batista na cirurgia. Não demora muito para a tenente LaGuerta informar que ele passou pela cirurgia, perdeu muito sangue mas não corria risco de vida. Ao receber a notícia Dex sai dali, ele precisava descobrir o que havia acontecido com ele antes de ser adotado por Harry. Ao vê-lo sair, Doakes vai tirar satisfações: "-Acabou de descobrir que alguém que deveria ser seu amigo vai sobreviver. Isso o faz sentir alguma coisa? Qualquer coisa?" Doakes fala isso segurando no ombro do Dex o pressionando contra a parede. O superego de Dexter, aquele que aceita ofensas na frente dos outros, aquele que não mostra defeito nenhum, que aceita injustiças, provocações, não fala agora. Quem fala é o verdadeiro Dexter, fala com um olhar objetivo, ameaçador, com um sorriso doentio na face: "Take your fucking hands off me" - "Tira a porra da sua mão de mim." Doakes levemente estremece e tira suas mãos dele, mas fica mais certo de que Dex esconde algo.

Rudy Cooper, o ITK, sente que está próximo de ser pego, e resolve preparar uma distração, ele contrata a prostituta que comentou sobre ele para o Batista e a mata. Destaque para ele preparando o corpo da prostituta e cantando música de natal, como se estivesse fazendo algum hobby normal. A Debra aparece em seu apartamento, ele então dá um calmante a ela para poder terminar de preparar os 'presentinhos de natal', posteriormente deixados em uma exposição natalina embrulhados como presentes.
"Primeiro ele vira meu mundo no avesso com um parquinho de sangue. Agora ele me deixa isso: Um calmo oásis no deserto da minha confusão." Dexter está realmente confuso sobre os jogos do ITK, até identificar novamente o número 103, em um relógio dessa vez.

Camila, a responsável pelos arquivos no departamento de polícia, se recusa a entregar os referentes à cena de crime onde Dexter foi encontrado, então ele resolve fazer suas próprias buscas, e encontra: 10/3/1973. 103! Era isso que o ITK queria falar. (Nota: O dia é 03 de Outubro, mas a marcação americana tem o mês e o dia invertidos, em relação a nossa marcação.) Dex descobre Laura Moser, sua mãe biológica, assassinada com serra elétrica na sua frente, mas não encontra nenhuma ocorrência que fale sobre o garoto deixado no container. Dexter mostra decepção com Harry, por não ter contado a verdade à ele.
É muita coisa ao mesmo tempo: O passado de Dexter, Batista sendo esfaqueado e o ITK, e como se não bastasse, Cody foge! Dex precisa fazer o papel de namorado e apoiar a Rita. Uma unidade é mandada para fazer a busca, mas é muito pouco. A genialidade de Dexter não é só para serial killers, ele lembra que é quinta-feira, dia que Paul era para pegar as crianças e levá-las ao parquinho, se não estivesse preso. Então eles encontram Cody no parquinho, a espera do pai. Dex sugere a Rita que ela contasse a verdade às crianças, não a verdade sobre o que aconteceu ao Paul, mas sim a verdade sobre quem ele é. Rita fica chateadíssima, diz que ele não pode entender a situação pois ele não é pai, mas logo percebe que a melhor coisa a ser feita é contar a verdade mesmo, e leva as crianças para que Paul as contasse quem ele é, e o que fez para merecer ir preso.

Ao examinar a camisa do Batista, Dexter identifica uma gota de sangue diferente, e logo volta para o hospital e descobre marcas de dentes na cabeça do Batista. Até então era apenas mais uma pista, algo normal, até Angel falar: "Pelo menos deixei ele com os lábios inchados." Contextualizando: Mais cedo, num almoço com Rudy e Deb, Dex percebe o machucado em no lábio de Rudy, que fala que teve um acidente de trabalho pela manhã. Como todo nerd é um chato(?), mesmo sem se importar com a mentira, ele 'analisa' o machucado contesta o 'álibi' falando que o corte já está fechando, fazendo Rudy voltar atrás e falar que machucou na manhã do dia anterior. Dex então, ao perceber a frase do Batista, faz a conexão com Rudy. Para confirmar, pergunta ao Angel se ele conhece Rudy, ele diz que foi ao seu consultório uma vez. Isso tudo ainda soa bem confuso, mas Harry ensinou ao nosso serial killer a seguir seus instintos. Seguindo o código, Dex vai ao apartamento de Rudy, não consegue entrar devido a porta com código, então vai procurar por algo no lixo. O suficiente é encontrado, um algodão manchado de sangue, que é mandado imediatamente para análise.

Debra ficaria presa no departamento por causa da proximidade da solução do caso do ITK, então Rudy, astuto, usa Dexter para falar que pediria a Deb em casamento, então ela dá um jeito de sair para se encontrar com Rudy, que realmente a pede em casamento. Ao comemorarem, ele coloca uma bala de menta na boca, e deixa o papel na mesa, se referindo a primeira pista importante para chegar até ele. Deb associa na hora, fica um clima estranho. Rudy fica com uma brincadeira doentia levando a Deb a saber que ele é o ITK, enquanto ele a enforca até a deixar inconsciente.

Nesse meio-tempo Dexter pega o resultado da análise, e confirma sua teoria. Rudy atacou Batista. Mas ainda não havia associado nada com o ITK, não havia muito para associar. Até que Masuka o aborda e comenta a ligação entre o acontecido com Batista e o ITK, pois a última vítima era a amputada que o Batista encontrou com as unhas pintadas.

Hell yeah, o ITK, digo, Rudy Cooper tem a Deb, aparentemente não há nada que Dexter possa fazer.

Get ready, a finale será intensa.

Por: @Gabrielbarros42

0 comentários:

Postar um comentário

CARREGANDO NOVO FORMULÁRIO DE COMENTÁRIOS. AGUARDE.... SE VOCÊ ESTIVER LENDO ISSO E A PÁGINA FOI TOTALMENTE CARREGADA, NÃO USE ESTE FORMULÁRIO PARA COMENTAR. APERTE F5 E AGUARDE O NOVO FORMULÁRIO CARREGAR